Seja bem-vindo ao Chris Evans Brasil, sua primeira, maior e melhor fonte brasileira sobre o ator Chris Evans. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Navegue no menu abaixo e divirta-se com todo o nosso conteúdo.
27.10.2021

Angus MacLane, diretor de ‘Lightyear’, fala sobre a escolha de Chris Evans para o papel e seu envolvimento na produção do filme.

post por: Laly Fiúza

Angus MacLane, diretor do filme Lightyear, forneceu duas entrevistas aos veículos de imprensa internacionais Collider e Fandango respectivamente, onde deu detalhes sobre a escolha de Chris Evans para o papel de Buzz Lightyear e o envolvimento dele na produção do filme.

 

Abaixo vocês conferem os trechos traduzidos de cada entrevista:

COLLIDER: Por que Chris Evans? O que o tornou a pessoa certa para dar voz a esse personagem?

 

MacLANE: Eu queria que o filme tivesse uma gravidade e uma seriedade, mas também um ator que pudesse trazer a comédia com essa seriedade. Ele foi realmente a primeira e única escolha. Eu não tinha um número dois. Ficou muito claro desde o início. Era como, “Se você fosse fazer um filme de ficção científica legítimo sobre Buzz Lightyear, quem você escolheria? Bem, Chris Evans. ” Você precisa de alguém que tenha esse poder de estrela. Se tivesse que ser live-action, quem faria? Ele pode fazer as duas coisas. Embora aquele queixo ficaria tão estranho em live-action. Você nunca poderia contornar isso. Mas ele foi a primeira escolha e ele tem sido um parceiro incrível. Ele pegou totalmente o material de imediato e sentiu o senso de responsabilidade para descobrir a tradução para o personagem neste contexto maior de filme de ficção científica e realmente entregá-lo. Ele tem sido um parceiro criativo maravilhoso em todo o processo.

 

FANDANGO: Quando Chris Evans entrou no projeto?

 

MacLANE: Muito cedo. Ele foi a primeira escolha, assim que soubemos que iríamos fazer isso. E ele apareceu, dirigiu até a Pixar. E nós saímos por um dia e apresentamos o filme para ele. E ele ficou emocionado. Ele realmente ficou. Ele entendeu totalmente o que estávamos procurando. Ele tem feito parte do processo de afiar aquela voz e reconhecer a reverência ao que poderia ser, e o que o personagem deveria ser, e levar isso a sério, e encontrar a comédia no personagem, e não em zombaria. Mas por causa de sua gravidade e poder de estrela, por causa de quem ele é como artista, ele sabe como carregar aquele herói clássico do cinema. Mas ao mesmo tempo, ele saberá como subvertê-lo e zombar dele ao mesmo tempo, de uma forma muito sábia. Não é uma subtração do personagem.

 

Tem sido uma experiência maravilhosa. Ele é uma alegria. E ele é um fã de animação. Ele já considerou ser um animador, então ele estava realmente interessado no processo. Você nem sempre tem isso. Realmente ajudou a mostrar a ele a sequência em storyboards, e ele dizia: “Entendi.” Ele poderia simplesmente fazer aquilo. Principalmente cenas de ação. Ele é tão bom. Não posso dizer coisas boas o suficiente sobre Chris Evans. Estou tão feliz que ele disse sim.

 

Tradução: Amanda Cerdeira – Equipe CEBR

Adaptação: Laly Fiúza – Equipe CEBR