À partir de agora, todas as notícias relacionadas ao Chris Evans, sejam elas fotos ou entrevistas, por exemplo, serão postadas em nossas redes sociais. O site será para fins de divulgação de fotos e das redes sociais do CEBR. Acompanhe a seguir!
postado por Sara Teles e categorizado como Uncategorized
24.07.2019

Tendo tirado uma merecida pausa de uma galáxia muito, muito distante para trabalhar em outros projetos, o diretor de Os Últimos Jedi, Rian Johnson, retorna aos cinemas no final deste ano com o crime misterioso de Knives Out.

O filme começa com um famoso escritor de romances investigativos, Harlan Thrombrey (Christopher Plummer), convidando sua família extensa (e muito, muito superficial) para sua casa. Logo depois, o romancista é encontrado morto e o detetive Benoit Blanc (Daniel Craig) é trazido para solucionar o caso.

Então, quem são os suspeitos? Em uma entrevista exclusiva com a Total Film, Johnson nos mostra quem são os personagens e algumas de suas potenciais motivações para o assassinato.

1) Harlan Thrombey (Christopher Plummer)
Harlan é o avô, e ele é como o Stephen King dos romancistas de mistério. Ele é muito bem-sucedido e toda a família está sob o guarda-chuva dele como o patriarca. Então, a configuração da coisa toda – e isso não é realmente um spoiler – é que todos eles se reuniram para seu aniversário de 85 anos, e ele aparece morto, basicamente. A coisa toda é um mistério de assassinato baseado na família que deriva disso.

2) Linda Drysdale (Jamie Lee Curtis)
Linda é a filha mais velha de Harlan. Ela é muito motivada e gosta muito de se gabar por ser uma mulher independente no estilo de seu pai. Ela tem uma empresa imobiliária que administra com o marido e, de todos os filhos do escritor, tenha talvez a maior ligação emocional com o pai.

3) Richard Drysdale (Don Johnson)
Ele é o marido de Linda, ele ajuda a administrar a empresa dela, e ele sabe que é muito sortudo de ter se casado com ela. Há uma cena em que eles deveriam estar juntos em um carro, e Don disse: “Acho que Richard provavelmente deixa Linda dirigir”. Esse é um bom resumo de seu relacionamento.

4) Ransom Drysdale (Chris Evans)
Ransom é filho de Richard e Linda, e ele é o tipo playboy inútil da família. Ele é o garoto jovem, mimado e rico que ofende todo mundo da família.

5) Vovó Thrombey (K. Callan)
Essa é a mãe de Harlan Thrombey. Ninguém sabe quantos anos ela tem. Ela é essa presença constante nos encontros familiares, mas ela nunca diz uma palavra para ninguém.

6) Marta (Ana De Armas)
Marta não é membro da família, mas ela foi enfermeira particular de Harlan nos últimos anos, e eles se aproximaram e desenvolveram essa amizade juntos. Ela se vê envolvida no mistério depois que ele morre.

7) Walt Thrombey (Michael Shannon)
Walt é o filho mais novo de Harlan e irmão mais novo de Linda. É divertido ver Michael se desafiando em personagens diferentes porque ele é um bom ator. Ele sempre interpreta personagens fortes e intimidantes, enquanto Walt é o irmão mais novo que nunca encontrou seu próprio caminho. Ele simplesmente trabalha para a editora de seu pai e sempre se sente um pouco inadequado, eu acho.

8) Jacob Thrombey (Jaeden Martell)
Estou tentando pensar em como melhor descrevê-lo sem dar a piada do personagem. Ele está sempre em seu telefone e provavelmente aprontando. Ele é muito ativo na internet e seus pais não têm ideia do que ele faz lá.

9) Donna Thrombey (Rikki Lindholm)
Rikki é uma comediante fantástica e ela interpreta a esposa super tensa de Walt. Donna tem medo de muitas coisas no mundo, eu acho, e ela é muito protetora sobre sua família.

10) Joni Thrombey (Toni Collette)
Joni, ela é a nora de Harlan. Ela foi casada com outro de seus filhos que faleceu. Ela é uma espécie de guru do estilo de vida da costa oeste que tem sua própria empresa de estilo de vida hippie.

11) Meg Thrombey (Katherine Langford)
Meg é filha de Joni, e tem andado por várias faculdades da costa leste nos últimos anos. Ela tem uma graduação nebulosa em uma faculdade de artes liberais, ela é muito progressista, ativista de esquerda e constantemente se envergonha da mãe.

Knives Out chega aos cinemas nos EUA em 27 de novembro. 

 

Fonte

Tradução: Amanda Gaia

Créditos: Chris Evans Brasil

postado por Sara Teles e categorizado como Uncategorized
06.06.2019

Chris Evans não tem tempo para três homens esperando para criar uma “Parada do Orgulho Hetero” em sua cidade natal, Boston.

Evans, que nasceu na capital de Massachusetts, respondeu a um tweet da cobertura do Washington Post da iniciativa masculina na quarta-feira com uma proposta sarcástica.

“Uau! Iniciativa legal, caras!! Apenas uma ideia, em vez do desfile de “Orgulho heterossexual”, que tal isso: “Estamos desesperadamente tentando enterrar nossos próprios pensamentos gays sendo homofóbicos porque ninguém nos ensinou como acessar nossas emoções nos desfiles infantis?” O que vocês acham? Muito óbvio?” Evans twittou.

Evans continuou sua condenação em relação a eventos de “orgulho hétero” no Twitter compartilhando um post do autor James Bell sobre como as reuniões são equivocadas.

“Uau, o número de falsas equivalências entre as paradas do orgulho gay/hetero são decepcionantes. Para aqueles que não entendem a diferença, veja abaixo. Em vez de ir imediatamente para a raiva (que é apenas medo do que você não entende), reserve um momento para buscar empatia e crescimento”,

escreveu Evans.

“Não existe para mim nenhuma opressão ou luta, porque sou hetero”, escreveu Bell no post que Evans pediu aos seguidores para lerem. “E, portanto, não há motivo para se orgulhar disso. Grato pelos privilégios que recebo? Certo. Mas orgulho? Eu não vejo isso. O que eu vejo é que esse desfile é mal nomeado. Não é uma “Parada do Orgulho Hetero”, deveria ser chamada de “Eu sou um homofóbico de merd*”.

O desfile em potencial vem do residente de Boston Mark Sahady e outros dois co-organizadores que querem realizar o encontro no final de agosto em resposta às comemorações do Mês do Orgulho da cidade que celebram a comunidade LGBTQI. Ele também fez vários comentários em seu post original no Facebook explicando por que ele achava que era necessário.

“Para eles, tudo é baseado em identidade e se alguém é ou não categorizado como vítima ou opressor”, escreveu Sahady no Facebook, de acordo com o Post. “Se você tiver o status de vítima, então você tem o direito de celebrar a si mesmo e esperar que aqueles com status de opressor se submetam aos seus sentimentos.”

 

Tradução: Amanda Gaia

Créditos: Chris Evans Brasil 

Fonte

postado por Sara Teles e categorizado como Uncategorized
04.05.2019

Durante quase duas décadas, a Christopher’s Haven tem ajudado a fornecer moradias para crianças e suas famílias enquanto recebem tratamentos contra o câncer na área de Boston.

Evans comprou essa missão e mostra, através da arrecadação de fundos que tem para as crianças da Christopher’s Haven, apostas virais com as estrelas de “Avengers” para beneficiar a organização, e o tempo que passou com os pais das crianças da Christopher’s Haven para realmente conversar e ouvi-los.

Uma das contribuições mais recentes de Evans foi trazer um sortudo fã que doou para Christopher’s Haven através da plataforma on-line Omaze, para a estréia de “Vingadores: Endgame” em Hollywood no mês passado.

A diretora executiva da Christopher’s Haven, Joyce Duvall, disse que através de dois curtos vídeos no iPhone e um tapete vermelho para a vencedora Kara, Evans conseguiu apoiar organizações sem fins lucrativos no total de US $ 1,2 milhão, com US $ 770.000 indo para a Christopher’s Haven. “Eu trabalho em tempo integral apenas tentando aumentar nosso orçamento para o Christopher’s Haven, e [Chris] em alguns minutos e levantou dois anos de orçamento para nós”, disse Duvall ao Good Morning America. “É tanta ajuda para nós, é impressionante. Ele só entende. Todos esses caras sabem agora o impacto que podem ter no mundo de caridade.”

Evans não é o único Vingador dedicado a usar sua fama para sempre. Em 2015, Robert Downey Jr. conseguiu arrecadar US $ 2 milhões para a Julia’s House, uma casa de repouso para crianças no Reino Unido que faz o mesmo grande trabalho que o Christopher’s Haven. “Eles realmente se alimentam um ao outro e se apoiam mutuamente na doação [para instituições de caridade]”, disse Duvall. “Colocando o nome deles e associando-se a uma instituição de caridade, o efeito cascata é incrível. Tudo de bom que tivemos veio de um certo modo de Chris”.

Duvall disse que Evans é tão dedicado a promover o bom trabalho de sua organização que ele conseguiu que outras pessoas da comunidade doassem também – conseguindo mais de US$ 100 mil do dono de uma empresa local.
Falando de Boston, você deve se lembrar da diversão que Evans teve há alguns anos com Chris Pratt no Super Bowl entre o New England Patriots e o Seattle Seahawks. A dupla decidiu fazer uma aposta em suas equipes de cidade natal, com o perdedor visitando a caridade de escolha do vencedor. “Seahawks vence, você se viaja para Seattle, visita um hospital infantil como Capitão América, agitando a bandeira do 12º homem”, escreveu Pratt, enquanto Evans respondeu que se os Pats tomassem a coroa, Pratt teria que vir a Boston e conhecer crianças no Christopher’s Haven. Os Pats venceram e Pratt cumpriu sua promessa. Mas no estilo de Evans, ele retribuiu o favor e visitou o Seattle Children’s Hospital também. Nas visitas as crianças, Evans e Pratt não estão à procura de imprensa de forma alguma – mas se isso ajuda a promover a causa, eles são todos para isso. “Eles só queriam que fosse deles para as crianças”, disse Duvall sobre a visita pós-Super Bowl. Mas os paparazzi descobriram de qualquer maneira. “Quando Chris e Chris estavam saindo, eu disse: ‘Há muitos fotógrafos por aí, tentei manter tudo discreto, mas saiu’, disse Duvall. “Chris Pratt olhou para mim e disse: ‘Os paparazzi não ajudariam vocês?’ … Ele sai e vai até os carros, procurando pelos paparazzi. Ele fez esse esforço extra para que pudéssemos obter essa cobertura extra.”

Então, por que Evans é tão dedicado a ajudar crianças que lutam contra o câncer e suas famílias – além do óbvio? Como diz Duvall, a motivação da estrela nunca foi a de pressionar a imprensa ou a publicidade. Então, além de ele chamar Christopher’s Haven de uma ótima organização em vídeos para arrecadadores de fundos, você não o verá comentar muito sobre o tempo que ele coloca nos bastidores. Mas Duvall diz que a dedicação de Evans à sua comunidade vem de suas raízes como um menino de uma cidade pequena de Massachusetts. Na verdade, Evans e Duvall se uniram porque os dois são da mesma cidade e a estrela realmente “foi para o ensino médio com meus filhos”, disse Duvall. Ironicamente, a dupla se reconectou no Boston Film Festival anos atrás, e Evans disse a Duvall: “Qualquer coisa que você quiser, eu farei por você”.”Desde então”, disse Duvall, “ele nunca mais me decepcionou”.

É algo que Evans não faz porque ele precisa; é porque ajudar as pessoas está no seu coração. “Ele fez um evento para nós no Fenway Park, e ouviu uma das histórias dos pais e chorou”, disse Duvall. “Ele ficou tão comovido. Isso é genuíno.”

 

Tradução: Amanda Cerdeira

Créditos: Chris Evans Brasil

Fonte