À partir de agora, todas as notícias relacionadas ao Chris Evans, sejam elas fotos ou entrevistas, por exemplo, serão postadas em nossas redes sociais. O site será para fins de divulgação de fotos e das redes sociais do CEBR. Acompanhe a seguir!
postado por Sara Teles e categorizado como Uncategorized
26.03.2020

Alguns anos atrás, o ator Chris Evans assistia ao debate de especialistas, quando percebeu que ele – alguém que é apaixonado e sincero sobre política, especialmente nas redes sociais – não sabia muito sobre o assunto em discussão. “Quando fui tentar me educar um pouco sobre”, diz ele, “pensei que era incrivelmente difícil encontrar uma maneira simples de entender”. O que ele percebeu que queria era algo direto e não necessariamente jornalístico: um lugar para ouvir diretamente de funcionários eleitos o que eles acreditam sobre assuntos diferentes – não mediados por artigos de reflexão ou filtrados por cabeças falantes de notícias a cabo. Ele chamou um amigo, ator e diretor Mark Kassen, para desenvolvê-lo com ele; eles trouxeram Joe Kiani, um empresário de tecnologia que estava bem conectado em Washington. Juntos, os três desenvolveram sua visão de uma plataforma onde os políticos pudessem falar, em breves vídeos, sobre onde eles estavam em questões como imigração e comércio. “Quando você tem uma democracia”, diz Kiani, “você precisa de uma cidadania engajada e conhecedora”. Eles chamaram seu site de A Starting Point (Ponto de Partida, em português).

Se fosse assim tão simples. Evans é o primeiro a admitir que foi uma batalha difícil conquistar a confiança dos políticos em Washington, que o conheciam melhor como Capitão América, não como alguém tentando mudar a maneira como os americanos formaram opiniões sobre políticas. Consequentemente, se os usuários, que se tornaram cada vez mais isolados em suas próprias bolhas, vão querer ouvir os políticos polarizados, é outra história. Uma inauguração planejada no evento de entretenimento South by Southwest foi interrompida após o cancelamento da conferência por causa da pandemia do COVID-19; agora, eles estão se reprogramando uma data de lançamento, à medida que o mundo se move para uma era sem precedentes. Porém, com mais americanos ficando em casa e procurando informações claras sobre a posição de seus políticos eleitos em questões como a reforma do sistema de saúde que têm consequências imediatas e urgentes, pode haver mais necessidade do que nunca de um site como esse – embora Evans resista à sugestão de que o crise atual pode ser vantajosa para seu projeto. “Vou dizer que, quando coisas assim acontecem, as pessoas anseiam apenas por um governo funcional e eficaz”, diz Evans. “Em tempos de crise, almejamos eficácia. Então, uma vez que a crise passa, procuramos a responsabilidade.”

Quando o A Starting Point for lançado ainda este ano, os usuários descobrirão que é um inventário bem organizado de informações que desembaraçam problemas misteriosos em linguagem simples. A utilidade de um projeto como esse é clara, especialmente em meio a uma crise de saúde pública com uma eleição crítica iminente. Evans espera que ajude a informar: “Fui culpado de participar de debates políticos em que não tinha todas as informações”, diz ele. E, depois de enfrentar tantos desafios – como a implementação de padrões exaustivos de verificação de fatos, trabalhando com políticos que eram reticentes em responder perguntas sensíveis e preocupações de que o site se tornasse um meio de propaganda – ele agora está otimista sobre suas possíveis perspectivas. “Em três meses, pude olhar para trás e me dar conta de que tinha incríveis pontos cegos morais e culturais”, diz ele. “Mas agora parece um passo bastante decente na direção certa. Tudo o que podemos fazer é tentar aumentar o conhecimento e a compreensão de como o governo funciona, e quem são as pessoas estão no poder e quais políticas eles estão escrevendo.” Para Evans, é um pivô adequado: agora, os americanos podem não precisar de um super-herói – eles só precisam de respostas.

Por Sam Lansky

Tradução: Amanda Gaia

Créditos: Chris Evans Brasil 

Fonte

 

relacionado
17.01.2020
relacionado
02.12.2019
relacionado
11.11.2019
relacionado
24.07.2019
comente a postagem!