Seja bem-vindo ao Chris Evans Brasil, sua primeira, maior e melhor fonte brasileira sobre o ator Chris Evans. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Navegue no menu abaixo e divirta-se com todo o nosso conteúdo. Esperamos que goste e volte sempre!
nosso foco estará agora em nossas redes sociais; acompanhe-nos abaixo!
mais

📸 NEW | Chris hoje desembarcando no aeroporto de Nova Iorque. ✨ pic.twitter.com/EYD0cgyWN8

Cerca 4 horas atrás from Chris Evans Brasil's Twitter via Twitter for Android

curta a nossa página do facebook e não perca nada!

anúncio

Arquivo de 'Os Vingadores: Guerra Infinita'



14.05.2018
postado por Iana Santana e categorizado como Destaques, Os Vingadores: Guerra Infinita

Exclusivo: Aqui está um projeto quente chegando ao mercado para animar o domingo. O astro das franquias Vingadores e Capitão América, Chris Evans, foi escalado para liderar o suspense de gangues Greenland, o mais recente de Neill Blomkamp, do Distrito 9. Equipamento de rápido crescimento, Anton está produzindo ao lado de Basil Iwanyk, da Thunder Road Pictures. Anton está co-financiando com a Riverstone Pictures. A STXinternational está lidando com a distribuição no exterior, apresentando o projeto aos compradores e distribuindo diretamente no Reino Unido e na Irlanda. A CAA Media Finance providenciou o financiamento e repassou os direitos internos juntamente com o conteúdo da Endeavor.

Detalhes sobre o terreno de Greenland estão sendo mantidos em segredo. É a história da luta de uma família pela sobrevivência diante de um desastre natural cataclísmico. A fotografia principal está marcada para o último trimestre de 2018.

Sébastien Raybaud e Harold van Lier, da Anton, são produtores executivos de Nik Bower e Deepak Nayar, da Riverstone. A Thunder Road desenvolveu a imagem com a Riverstone e a financista britânica Ingenious Media.

“Quando lemos Greenland, sabíamos que era exatamente o tipo de filme que queríamos fazer quando construímos o gênero Anton, inteligente e cheio de personagens, com ação e coração. Estamos muito animados para trabalhar ao lado de nossos amigos da STX com talento excepcional como Neill Blomkamp, Chris Evans e Basil Iwanyk ”, diz Raybaud, CEO da Anton.

David Kosse, presidente da STXinternational, acrescenta: “A Greenland é o tipo de gênero altamente comercial que vê Neill Blomkamp fazendo o que ele faz melhor: entregar uma narrativa inteligente, nova e conceituada em um mundo que podemos reconhecer facilmente. Nós nos sentimos imediatamente atraídos por esse talento teatral de lançamento de um grande talento, tão característico da marca STX. Trabalhar ao lado de Neill, Thunder Road, Riverstone e Anton para levar isso ao mercado é uma tremenda oportunidade. ”.

Evans está atualmente em telas no filme da Marvel Vingadores: Gueera Infinita, que arrecadou mais de US $ 1,4 bilhão em todo o mundo. Nos últimos tempos, ele também está expandindo seu alcance criativo, fazendo sua estréia na direção com o drama Before We Go e o The Red Sea Diving Resort, de Gideon Raff, que a STXinternational também está fazendo. Ele também está atualmente na Broadway com uma crítica elogiada no Lobby Hero.

Blomkamp foi aclamado internacionalmente como co-roteirista e diretor da inovadora ficção científica District 9, pelo qual foi indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. Seus filmes seguintes, Elysium, estrelado por Matt Damon e Chappie, estrelado por Hugh Jackman e Dev Patel, arrecadaram mais de $ 388 milhões juntos.

Greenland é um projeto quente para a STXinternational Slate, que floresceu desde a divisão lançada sob Kosse em 2016. Os próximos lançamentos incluem Adrift, de Baltasar Kormakur, estrelado por Shailene Woodley e Sam Claflin (também co-financiado pela Ingenious) em junho; e Mile 22 do diretor Peter Berg e estrelado por Mark Wahlberg, e The Happytime Murders, estrelado por Melissa McCarthy, ambos em agosto.

Kosse diz: “A recente reação do CinemaCon à nossa atual lista foi uma maravilhosa validação das escolhas que fazemos ao investir em nossos filmes e cineastas. Há apenas um punhado de filmes realmente grandes disponíveis para o mercado internacional e a STX está consistentemente conseguindo ser uma empresa de destino para esses filmes – tanto nossas próprias produções internas quanto títulos que representamos. Nós saímos de Cannes no ano passado lidando com um dos títulos mais valiosos de All the Money In The World e este ano parece igualmente gratificante. ”

Anton apoiou sucessos como a franquia de Paddington e Shaun The Sheep, e está se expandindo rapidamente em dramas de TV de ponta através de sua parceria com o BBC Studio, apoiando programas como McMafia. Também é líder no financiamento e venda do Fireheart, o próximo projeto animado dos produtores de Bailarina e Intocáveis.

Evans é representado pela CAA, 3 Arts Entertainment, Narrative PR e pelo advogado Jason Sloane. Blomkamp é representado pela WME e pela Gendler & Kelly.

Fonte: Deadline
Tradução: Iana Santana
01.05.2018
postado por Iana Santana e categorizado como Entrevistas, Os Vingadores: Guerra Infinita

Traído pelo sistema. Expulso pela liderança de seu amado país. De repente, amargamente em desacordo com amigos de longa data. Com certeza tem sido filmes difíceis para o Capitão América de Chris Evans.

“O governo e as forças armadas sempre procuravam a ordem e o senso de casa”, diz Evans, nativo de Sudbury, falando por telefone de Nova York. “Em‘ O Soldado de Inverno ’, quando aqueles falharam, sua família escolhida se tornou a coisa que ele colocaria em seu tempo. Então, na “Guerra Civil”, isso se desfez.

O público que procura o velho Steve Rogers, super soldado, pode ter que sentar-se um pouco para assistir “Vingadores: Guerra Infinita”. “Tem havido esse período de tristeza e desilusão, em que você entra em si por um tempo”, ele disse. continuou. “Mas vamos vê-lo ressurgindo e se reconectando.”

Evans, 36 anos, compartilhou pensamentos sobre o novo filme – e sua turnê de sete anos como Capitão América – durante um dia de folga de sua estréia na Broadway, “Lobby Hero”, um revival de um drama escrito por “Manchester by the Sea”. -diretor Kenneth Lonergan.

P. Você vem sendo o Capitão América desde “O Primeiro Vingador” em 2011. O processo de fazer esses filmes mudou para você?

R. Durante os primeiros filmes, eu estava um pouco sobrecarregado. Você é grato por estar lá, mas também se sente intimidado pela magnitude e pela responsabilidade. Mas quando você se torna mais e mais confortável com o processo, tudo se eleva em uníssono. As pessoas com as quais você está trabalhando começam a se tornar familiares, você se torna muito mais familiarizado com o modo como essas coisas ganham vida e você pode começar a ser mais preciso e envolvido.

P. O que é mais gratificante sobre a maneira como você conseguiu desenvolver o CA nesses muitos filmes?

R. É emocionante realmente crescer com um personagem e encontrar um arco mais amplo e de longo prazo, em vez de ter que realizar algo em uma hora e meia. Mas para ser honesto, nada disso realmente funcionaria se não fosse pelo pessoal da Marvel. Eles se importam muito com os personagens porque são eles mesmos fãs. Você faz apenas uma coisa pequena e então fica de pé sobre os ombros.

P. Com quais atores você mais interage com o elenco da “Guerra Infinita”? E os pareamentos da Marvel são puramente sobre a história, ou a química figurada nela?

R. Eu acho que eles levam em consideração muitas coisas – que os fãs gostam de assistir juntos; de quem os personagens se beneficiam, com base em suas naturezas, para onde estão tentando enviar cada um. Sem estragar nada, eu diria que tenho um monte de coisas com a Scarlett [Johansson] novamente desta vez. Uma das linhas de sustentação da CA foi sua relação com a Viúva Negra. É uma amizade improvável, onde eles realmente dependem um do outro de uma maneira muito específica.

P. O aspecto físico de ser o CA e o pedágio ainda é comparável a quando você começou?

R. Não, eu definitivamente posso me sentir envelhecendo um pouco. Houve alguns momentos no roteiro onde eu os li e pensei: “Uau, isso vai ser um desafio.” Ainda é divertido ir trabalhar e realmente se jogar por aí, e é recompensador ir para casa naqueles dias e sinto que você contribuiu e deu tudo que você tinha. Mas certamente é um pouco mais difícil acordar na manhã seguinte [risos].

P. Se há alguma parte da iconografia do CA que as pessoas agora consideram especificamente como um toque de Chris Evans, o que você espera que seja?

R. Ser altruísta sem ser hipócrita. É um perigo – ele é um personagem muito magnânimo, muito nobre, e eu acho que isso pode cair na piedade facilmente. Então, tentando manter a sensação de ser um bom homem sem, basicamente, ser chato.

P. Isso é um bigode que você está usando para o personagem policial que você interpreta no “Lobby Hero”. Os fãs devem se preparar quando o pegarem no circuito de publicidade dos “Vingadores”?

R. Sim, infelizmente, eu não posso tirar isso. Essa coisa está comigo no próximo mês.

 

Fonte: The Boston Globe

Tradução: Iana Santana

22.03.2018
postado por Iana Santana e categorizado como Entrevistas, Os Vingadores: Guerra Infinita

“Estamos em uma espécie de pedaços em todo lugar”, Scarlett Johansson anunciou sobre o estado dos Vingadores que levam a Vingadores: Guerra Infinita, “que soa muito mais horrível do que realmente é”.

Não que a cisma no supergrupo, após os eventos do último filme do Capitão América, não tenha sido brutal, com o Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) e o Capitão América (Chris Evans) trocando golpes antes de seguir caminhos diferentes. “Desde que saímos de Cap na Guerra Civil, ele largou o escudo e foi desonesto”, disse Evans a Brooke Anderson, do ET, no Atlanta, na Georgia, no set de gravações de Guerra Infinita. “Ele está fazendo missões sozinho com a Viúva Negra e com o Falcão, ele não responde a ninguém.”

Tudo isso soa muito como o Universo Cinematográfico da Marvel sobre os “Vingadores Secretos” do Capitão América, com Steve Rogers assumindo uma versão de sua personagem nômade. Ele também explica a nova aparência da dupla: um bob loiro secreto para Viúva Negra e barba robusta para Cap. (Que Evans teve que raspar parcialmente por sua aparição no Homem-Aranha: De Volta a Casa e depois regredir rapidamente.) “Ele tomou vitaminas pré-natais”, brincou Johansson. “Isso é um fato pouco conhecido.”

“Nossos personagens fizeram parte de alguns esforços de contraterrorismo, mas estamos voando fora do radar. É muito”, elaborou Johansson, “Quando você está nesses tipos de missões sem apoio governamental, você realmente não tem o apoio até mesmo do público em geral e você está fugindo, tentando fazer o que você sabe que é melhor para o homem comum, mas você não tem alguém para guiá-lo ”. Enquanto isso, os outros Vingadores estão lidando com as consequências do Homem-Aranha e Thor: Ragnarok. “Tem havido muitas mudanças desde que os Vingadores originais se reuniram, com relutância.”

“Tem havido muitas mudanças desde que os Vingadores originais se reuniram.”

Guerra Infinita verão os Vingadores se reunirem ao lado dos Guardiões da Galáxia e do elenco de Pantera Negra, assim como o Doutor Estranho e o Homem-Aranha, para se defender de um titã galáctico determinado a destruir o universo. Quanto aos personagens com os quais Evans e Johansson se cruzam, nenhum deles irá receber nomes, mas eles fornecem algumas pistas contextuais. De ter o sábio craque Chris Pratt e Downey juntos, Evans pesa: “Eu acho que eles fazem um bom trabalho de borrifar os caras ao redor. Adiciona um pouco de tempero em cada grupo.” Da maior presença feminina nesse filme, Johansson exclamou: “Graças a Deus!” Em seguida, acrescentou: “Eu realmente não tive a oportunidade de trabalhar com (muitos), além de Danai (Gurira) … Ainda parece que estou cercada por caras o dia todo.”

“Nós não tivemos a oportunidade de trabalhar com talvez 75% daqueles 60 – qualquer pessoa”, ela continuou com o elenco maciço do filme. “Só porque os personagens deles estão em outro …” “Reino”, Evans concluiu enigmaticamente. Inclusive, quando foram questionados para ver quais dos 64 personagens da Marvel em Guerra Infinita poderiam nomear em 30 segundos, ambos instantaneamente, de forma divertida, ficaram sobrecarregados.

“Oh, meu Deus”, Evans riu. “Eu não sei se posso.” “Meu cérebro está apenas começando a tentar. Capitão América, Viúva Negra … Isso é tudo!”

O que vocês acham? Esses são os únicos dois personagens necessários para abordar outro assunto sobre o qual os fãs especulam desde O Soldado Invernal: se existe algum romance entre Steve Rogers e Natasha Romanoff, que trocaram um beijo enquanto estavam disfarçados em uma missão, antes de Natasha e Bruce Banner ( Mark Ruffalo) tornarem-se star-cross em Age of Ultron. “Eu não acho que um romance tenha realmente estado no ar por esses dois”, disse Johansson. “Desculpe desapontar.”

“Eu concordo”, disse Evans. “Eu acho que há uma funcionalidade lá. Há um vazio que cada um deles preenche um ao outro, e eu acho que cada um deles teve que enfrentar um pouco de, tipo, uma destruição de um sistema de crença ao longo do caminho. Eles se debruçaram um sobre o outro por diferentes razões. Eu acho que de muitas maneiras Cap certamente olha para Viúva Negra. Ela sempre foi um pouco mais sábia, um pouco mais experiente, um pouco mais calejada na maneira como o mundo realmente é… Eu acho que nos últimos dois anos, antes de nós pegarmos nesse filme, eles realmente se tornaram uma rocha um para o outro “.

“Eles têm um respeito mútuo um pelo outro, pessoal e profissional, que eu sequer acho que há espaço para um romance nisso”, concordou Johansson. “Temos um mundo para salvar.”

Quanto ao que segue a Guerra da Infinita? Presume-se que ambos os atores sobrevivam até que o quarto Vingador, ainda sem título, chegue no ano que vem. Depois disso, parece que apenas o destino da Viúva Negra é garantido, já que um filme solo da Viúva Negra foi confirmado nas obras da Marvel. Quando perguntado sobre as perspectivas no verão passado, Johansson, compreensivelmente, jogou modestamente, embora ela tenha revelado o que seria necessário para conseguir que ela assinasse.

“Eu gostaria de estar no contexto certo, para o filme se encaixar onde estou e onde estou na minha vida”, disse ela. “Eu interpretei essa personagem há muito tempo. Tem sido, provavelmente, oito anos ou mais, e tanta coisa aconteceu na minha vida… Eu acho que há definitivamente uma oportunidade de explorar a Viúva Negra como uma mulher que veio por si mesma e está fazendo escolhas independentes e ativas para si, provavelmente pela primeira vez em sua vida. Ela nem sempre teve essa possibilidade. Então, se ela se encaixa nesses critérios, sim, eu quero fazer isso. ”

Tradução: Iana Santana
Créditos: Chris Evans Brasil.
Fonte.

 

11.06.2017
postado por Flávia Coelho e categorizado como Os Vingadores: Guerra Infinita

Nos últimos meses, com a proximidade do fim contrato entre Chris Evans e a Marvel, especulou-se que o ator não continuaria interpretando o Capitão América nos cinemas.

Contudo, a renovação foi confirmada recentemente. Em entrevista à The Telegraph, o artista falou sobre as razões que levaram à continuidade.

“Eu tinha seis filmes em meu contrato com a Marvel, então eu poderia ter dito, após o terceiro filme dos Vingadores, que sairia, mas eles queriam queriam fazer o terceiro e quarto como um só. Disseram que tinham muitos outros personagens para encaixar – Guardiões da Galáxia, Pantera Negra, Capitã Marvel, Doutor Estranho, Homem-Formiga – e não conseguiriam colocar todos em um filme”.

Sugere-se, portanto, que sua presença no terceiro filme estaria comprometida se ele não renovasse o contrato para fazer também o quarto. Evans acrescentou que optou por continuar porque “fazia sentido e iria concluir tudo”.

Fonte.

21.12.2016
postado por Flávia Coelho e categorizado como Os Vingadores: Guerra Infinita

Vingadores, preparam-se para se reunir. O mesmo vale também para os fãs dos filmes de sucesso. Em 2018, a Marvel Studios vai revelar Os Vingadores: Guerra Infinita, quase uma década após o seu universo cinematográfico ser lançado com Iron Man. A Pré-produção tem sido acelerada para o filme como para os diretores Joe e Anthony Russo foram provocando os fãs com atualizações. E, agora, parece que a data de início da produção para Os Vingadores: Guerra Infinita, foi revelada também.

Graças ao pessoal da Omega Underground, os fãs sabem que o blockbuster será produzido em 23 de janeiro de 2017. O site também relata que Os Vingadores: Guerra Infinita será filmado em sua casa de família em Atlanta. Os detalhes da produção indicam que o filme também será filmado em Londres, Inglaterra por um período de tempo desconhecido.

Se você manteve-se com a Marvel Studios e o malabarismo de sua produção , então você pode estar se perguntando como a empresa planeja enfrentar ambos Os Vingadores: Guerra Infinita e Pantera Negra ao mesmo tempo. O último filme dará início à produção no Pinewood Atlanta Studios, em Atlanta, em 15 de janeiro de 2017. Os dois projetos estarão em produção simultaneamente, então os fãs já estão se perguntando como o Rei T’Challa se encaixará em Os Vingadores: Guerra Infinita. O herói, que é interpretado por Chadwick Boseman, estará claramente ao redor se os irmãos de Russo o necessitarem e deixar entrar em uma cena ou em três.

Por agora, os fãs só podem esperar e saber o que está acontecendo nos bastidores com Os Vingadores: Guerra Infinita. No início deste verão, os diretores provocaram os fãs sobre o projeto quando compartilharam uma foto de Josh Brolin ensaiando para o projeto. O ator interpreta Thanos no Universo Cinematográfico da Marvel, e o próximo filme de conjunto se concentrará na busca do Titan Mad para as pedras infinitas.

Os irmãos Russo também deram aos fãs atualizações vagas sobre possíveis locais de filmagem e adereços para Os Vingadores: Guerra Infinita. No início da semana, a dupla compartilhou um vídeo de um suporte desconhecido para o filme usando um processo de impressão 3D chamado estereolitografia. Antes disso, os irmãos compartilharam uma foto no Twitter de quais poderiam ser os locais de filmagem para o blockbuster. Uma imagem que representava uma escadaria um pouco estranha, sinuosa que imediatamente teve os ventiladores que remetem ao Dr. Estranho. Até agora, nenhuma palavra foi dada sobre como essas atualizações caberão na programação de produção do filme, mas mais detalhes surgirão uma vez que as filmagens começam no próximo ano.

Dr. Estranho está nos cinemas agora, e em seguida para Marvel é Guardiões da Galáxia Vol. 2 em 5 de maio de 2017. Spider-Man: Homecoming chega em 07 de julho de 2017, seguido por Thor: Ragnarok em 3 de novembro de 2017. Depois Pantera Negra que estreia em 16 de fevereiro de 2018, enquanto Os Vingadores: Guerra Infinita chega nos cinemas em 04 de maio de 2018. Homem-formiga e a Vespa está programado para 6 de julho de 2018, seguido pela Capitã Marvel em 8 de março de 2019.

Os Vingadores: Guerra Infinita está programado para lançamento em 4 de maio de 2018.

Fonte.
Tradução: Thaís Duque.